Nossos endereços

Rio de Janeiro São Paulo Brasília

Canais de atendimento

(21) 2533.0625 Atendimento on-line

Policiais da UPP Vila Cruzeiro darão apoio ao projeto Comércio Legal, do Sebrae

17/05/2013

Uma ‘força tarefa’ formada por policiais da UPP Vila Cruzeiro será formada para ajudar microempreendedores e pequenos comerciantes das duas comunidades a regularizar, melhorar a qualidade, o atendimento e o faturamento de seus comércios. A ação desses policiais, numa parceria com o Sebrae, objetiva aumentar a capilaridade do projeto Comércio Legal, já implantado no local. O apoio da UPP foi anunciado durante reunião realizada com representantes do Sebrae, policiais, moradores e comerciantes, nesta quinta-feira, 16 de maio, na Vila Cruzeiro. Cerca de 100 pessoas participaram do encontro.

O Capitão Vinicius de Oliveira, comandante da UPP Vila Cruzeiro, disse que irá selecionar um grupo de policiais para trabalhar fazendo a ponte entre o SEBRAE e os comerciantes. “Nosso compromisso com esse projeto não é apenas falar, nosso intuito é fomentar o comércio e estimular a criação de empreendimentos na comunidade. Nós policiais queremos cuidar das famílias e estabelecer uma relação baseada na confiança”, garantiu o Capitão Vinícius.

Os moradores e comerciantes presentes, que já contam com consultoria exclusiva de representantes do Sebrae, foram convocados e receberam informações sobre as atividades da instituição no Complexo da Penha.

“O Sebrae tem o Programa de Desenvolvimento do Empreendedorismo em Comunidades Pacificadas, que atua apenas nas comunidades com UPP. O objetivo é fortalecer os micro e pequenos negócios nessas áreas. Além de disponibilizar um consultor em cada comunidade para dar orientações técnicas, o Sebrae oferece cursos de capacitação e palestras que ajudam os comerciantes a administrar melhor o próprio negócio. O mais importante, é que é tudo gratuito”, disse Renata Roqui, analista de projetos do Sebrae.

Os pequenos comerciantes tiraram dúvidas com as representantes do Sebrae. Antônia de Souza, 53 anos, usa um pequeno espaço na sala de casa para vender bebidas e queria saber se precisava de alvará, que é um documento que garante a autorização de funcionamento para qualquer tipo de empresa ou comércio.

“Tem muita concorrência, muitos bares na comunidade e meu cantinho é muito pequeno. Eu preciso tirar esse alvará?”, perguntou ela.

“Ninguém é obrigado a tirar alvará, mas se os fiscais da Prefeitura passarem e você não estiver com seu negócio regularizado, eles podem apreender a sua mercadoria”, explicou Renata Roqui.

A reunião foi importante para incentivar os moradores a procurar informações e capacitação com o Sebrae e, também, para que eles percebam que podem contar com os policiais da UPP caso tenham alguma dúvida.

“Queremos ser um elo entre os moradores e os serviços públicos e privados. Vamos ajudar tentando sempre captar recursos, trazer oportunidades e melhor as condições de vida. Com isso procuramos, cada vez mais, nos aproximar da população”, concluiu o Capitão Carvalho, comandante da UPP Parque Proletário.

Confira a matéria no site UPP RJ

Central de atendimento: (21) 2533.0625 Plantão 24 horas: (21) 7837.9750 Tel/Fax: (21) 2533-0649 atendimento@espinolaadvogados.com.br
Rio de Janeiro: Rua São José, 90/18º andar - Centro São Paulo: Av. Paulista, 2.300, andar Pilotis Brasília: SCN, Qd. 04, Bloco B, S/N, Centro Empresarial Varig
Criação de Sites: Niterói WebSites | Comunicação: Dona Comunicação